Há Noites Assim

Era uma noite simples.

A associação de que faço parte - MataJovem - está neste momento a organizar um concurso de bandas e no fim de semana de 26 de Maio foi a primeira eliminatória. Lá estava eu para fotografar e aproveitar para estar com amigos (mais ou menos chegados não interessa, porque todos são boas pessoas), algo que infelizmente faço pouco. A noite parecia apenas "mais uma". No meio das bandas, avaliação das mesmas e fotografia, tudo indicava para que após a última actuação ficássemos por ali na conversa.

[audio http://dl.dropbox.com/u/20092167/Polly%20Paulusma%20-%20Over%20the%20Hill%20%28Live%29.mp3]

Até que se lembraram de pegar novamente nos instrumentos e a Susana, amiga de anos, se lembra de ir dizer - apontando para mim - "ela canta". E lá foi a Inês fazer uma coisa que tanto gosta, mas com a qual tem uma relação estranha: estar em cima de um palco, por muito pequeno que seja, e cantar. Cantar o quê? Não interessa. Depois veio mais uma miúda - tão "pequenina", 18 aninhos, que saudades - que canta muitíssimo bem e um miúdo - igualmente "pequenino" - que toca guitarra, bateria e canta, e faz tudo bem e aí tudo se transformou e a noite tornou-se muito, muito boa.

Entretanto a máquina andou por ali, pelas mãos de muita gente e saiu tanta foto gira. Pus o flash de lado (olá flash, não gosto muito de ti, desculpa.), puxei o ISO a abusar da capacidade da máquina e o que vêem aqui em baixo foi no que deu.

Eu gosto e só vejo pessoas felizes/bem-dispostas.

music: over the hill | polly paulusma